25.7.13

Desastre perto de Santiago de Compostela


Infelizmente estes desastres acontecem. Não podemos para já culpabilizar alguém mas o certo é que este comboio circulava sensivelmente a 190 Kms/hora numa zona onde a velocidade máxima permitida é de 80.
Nesta hora de desassossego deixo o meu pesar às famílias enlutadas por esta enorme tragédia.

Model Railroad Buildings


Como construir o "Barn Grain Silo B426

23.7.13

Estação de Ovar

Estação de Ovar - Painel de Azulejos
A 2 de Junho de 1919 começa a Greve dos Caminhos de Ferro Portugueses que tem a duração de dois meses. Entretanto o governo encerra o Sindicato dos Ferroviários. Por aqui podemos verificar que, para não falar noutras profissões, os ferroviários tiveram e ainda têm necessidade de recorrer às greves no sentido de tentar a melhoria do seu emprego e dos seus salários.

Achados únicos no Vale do Sabor


Já não chegava o Tua para continuarem a afundar o país. A história fica para contar aos quadradinhos. Isto é o Plano Nacional de Barragens a funcionar antes que seja tarde!

17.7.13

O Comboio Flutuante


Já não é somente o comboio do futuro. Ele já existe, o MAGLEV. Neste vídeo podemos assistir a uma breve explicação como funciona esta tecnologia. Segundo eles dizem já temos a "roda" há mais de dois mil anos e é necessário substituí-la por algo mais veloz e com menos gasto de energia. É a mudança dos tempos. Da página no Youtube de  "MayKonFray".

16.7.13

Smashing Pumpkins - 1979 (with lyrics) - HD


Esta semana nas "Marés Vivas" - Vila nova de Gaia. Nada tem a ver com comboios mas foi uma das músicas que fizeram vibrar muita gente.

10.7.13

Flying Scotsman

Flying Scotsman é uma das locomotivas mais famosas. Aqui na imagem podemos observar a Dwight D. Eisenhower. São as famosas "Mallard" e as A4S a ver na página da National Railway Museum.

Automotora ME7

Automotora M7 da CP. Ano de construção - 1948. Construtor - Oficinas da CP em Lisboa. Tara - 8 000 Kgs. Lugares - 7 de 1ª. classe, 21 de 3ª. classe e 10 de pé. É uma peça de museu importante. Ver mais imagens em SmugMug.

4.7.13

Estação de Azaruja

Esta é das muitas estações abandonadas em Portugal. O troço entre Évora e Vale do Pereiro abriu à exploração em 5 de Setembro de 1871. Inicialmente foi designado como apeadeiro e em 1913 passou a categoria de estação. A imagem acima foi retirada do blogue de Ana Lima "Dias Imperfeitos" que vale a pena consultar.