17.1.14

Baltimore Harbor District - Layout

Um layout magnífico para começar a construir.
Este layout ocupa na sua totalidade 2 quartos o que não é nada pequeno! Mas se houver casa para isso, é de aproveitar. Consulte MODEL RAILroader.
Nome: Baltimore Harbor District
Layout designer: Paul Dolkos Escala: HO (1:87.1) Tamanho: 17 x 29 feet (in two rooms) Prototipos: Baltimore & Ohio, Canton RR, Pennsylvania RR, and Western Maryland Local: Baltimore Período: 1955 Estilo: linear walkaround.

Linha do Corgo Curta

Fica o filme para nos colocar a pensar!

14.1.14

Os desmancha linhas e os anti rectas



Sem legendas. Pensem como se faz e desfaz e depois entram pelos bolsos dos pagadores de impostos. A última imagem (fotografia) corrobora aquilo que se critica. Ver em Rails Story.

12.1.14

Nantes - Blottereau

Depósito de tracção de locomotivas a vapor em Nantes / Blottereau. Podemos apreciar várias locomotivas da série 141R e outra 231G. Fotografia obtida por René Leroy em Junho de 1967. Publicado por Marcha a La Vista.

Centro Cívico de Almozara - Saragoça

Centro Cívico de Almozara / Saragoça celebra os 80 anos do caminho de ferro. Para quem ainda estiver interessado em visitar informo que esta exposição encerra do dia 19 de Janeiro. Como podermos ver, mesmo aqui ao nosso lado, não só se celebra os anos que a via principal tem. As outras merecem a mesma atenção pois, todas elas juntas formam os Caminhos de Ferro Espanhóis.

9.1.14

MTH HO Clinchfield Challenger - Steam Locomotive

A famosa locomotiva Big Boy à escala HO. Um layout soberbo e locomotiva digital  com sons e fumos. Devido ao seu enorme tamanho as curvas tanto no real como à escala têm que ter do mesmo modo um grande raio. 

7.1.14

Automotora Bugatti

Automotora oriunda de uma fábrica famosa em automóveis, a BUGATTI. Era uma automotora arrojada, propulsionada pelos potentes motores Royale. Ettore Bugatti chamou-lhe WR (Wagon Rapide) e era realmente. Esta automotora é o antepassado dos modernos comboios de alta velocidade. A primeira composição a circular foi em Maio de 1933 e a sua velocidade de ponta era de 172 Kms/hora. No seu interior alojava quatro motores de oito cilindros em linha de 12750 cc que lhe conferiam uma potência de 800 cavalos e um consumo elevadíssimo. Ver mais no blog Amantes da Ferrovia.

Brasil - Linha mais antiga vai desaparecer

No Brasil como aqui, aquilo que fez e faz história desaparece. Reparar na fotografia no canto superior esquerdo que parece mesmo um trecho da nossa Linha do Tua / Douro. No entanto, após 40 anos de abandono do transporte ferroviário e com o sentido na melhoria da mobilidade, governos estaduais e federal estudam construir 3,3 mil Kms de linha em 14 Estados até 2020. São no total 21 linhas de comboios de passageiros. Neste campo estão muito mais à frente que o nosso país, que nem tão pouco tirar partido de linhas turísticas sabe fazer. À continuação poderá ver mais em Suzana Silveira Pereira no Blog Amantes da Ferrovia.

Freight Train Joan Baez with Lyrics

Uma grande cantora que também gosta de comboios!

Início do digital para o layout

Mais um livro dedicado à parte eléctrica / digital dos nossos layouts. Recomendo bastante pois com a montagem de decoders / DCC bem como todo o sistema digital não é nada fácil e poderá mesmo deteriorar uma locomotiva em definitivo por falta de conhecimentos que, até, poderão ser muito básicos.
Todos estes livros devem fazer parte da biblioteca da nossa sala de comboios e poderão ser encomendados, como eu faço, a Model Railroaders.

Starter Track Plans

Nada melhor que obter um livro de planos sobre a construção de linhas ferroviárias à escala. Para além disso, a Model Railroaders tem já uma série deles preparados para uma pessoa se iniciar. Não vale a pena tentar inventar pois as escalas são uma coisa muito séria na elaboração do nosso circuito mormente nas zonas de curvas e depois nas de montanha. Para além disso estes livrinhos são acessíveis.

2.1.14

Baralhar e tentar descubrir

Isto é no Pinhão! Nesta situação eu estou de costas para a estação de caminho de ferro, embora um pouco distante ainda. Quem vem da direita (olhando para a fotografia) dirige-se de Sabrosa do Douro para o Pinhão, Chanceleiros, Covas do Douro e Donelo. Quem não conhecer estas andanças fica um pouco baralhado mas, o Douro assim ou de outra maneira, é sempre belo! Quando chegar aqui olhe em volta e delicie-se. 

CNJ 113 R&N 425 Santa Claus Steam

Para começar o ano 2014 esta CNJ 113 R&N 425.