3.10.07

A Arte e o Comboio

"Carruagem Histórica"

Postal da CP (Edição do Sreviço de Relações Públicas).
Título - "Carruagem Histórica".
Óleo da autoria de J. Joaquim Ramos. Como se pode verificar a Arte sempre caminhou ao lado dos Caminhos de Ferro. Estes sempre foram uma boa fonte de inspiração em todas as vertentes artísticas muito mais, no tempo em que, o comboio falava de despedidas, de partidas para outras vidas, sobretudo, exprimia sentimentos como se espera que ainda hoje transmita o mesmo.

1 comentário:

soledade disse...

Eu acho que sim. São locais especiais, as gares de caminhos de ferro, com a melancolia e a expectativa das partidas e chegadas, mas sem a estranheza funda que nos assalta nas estações de serviço das auto-estradas e nos aeroportos. A estaçãozinha onde o Jacinto de "A Cidade e as Serras" acordou, ainda vive. Algures... Tal como a magia urbana das grandes gares metropolitanas.