25.9.09

Um Pouco de História II

Esquema da evolução dos carris.
"As primeiras vias eram constituídas por peças longitudinais, ou longarinas, de madeira assentes em travessas toscas, também de madeira, espaçadas de 0,60 a 0,90. O espaço entre essas travessas era preenchido com pedras ou escórias, tiradas da exploração das próprias minas e regularizadas de forma a facilitar a marcha dos cavalos. Os carris são assim muito mais antigos que a locomotiva e, como ela, foi nas minas que nasceram...
O mais antigo vestígio de carris aparece no século XV, na "Cosmografia Universal" de Sebastião Munster, cuja primeira edição foi publicada em Bâle em 1550 e que descreve com gravura, um mineiro empurrando, nas minas de Leberthal, na Alsácia, uma carreta com pequenas rodas que rolam sobre uma longarina, que é afinal o carril primitivo..."
Texto baseado no Livro "Caminhos de Ferro Portugueses - Esboço da Sua História" do Eng.º. Frederico de Quadros Abragão.

2 comentários:

luis disse...

Obrigado pela aula !!!

Abraço


LUIS

joao silva disse...

Já tenho fotos de alguns perfis de carris para expor , e agora tenho um bom livro para me documentar .Bem haja.....