24.8.09

Almendra Abandonada

Mais uma estação perdida e abandonada no Douro mais propriamente no Vale do Côa. Outrora foi uma estação de grande movimento devido ao transporte para as grandes cidades e não só daquilo que a terra mais produz que é o azeite, a amêndoa e o vinho.

Tive a oportunidade de falar com um senhor de idade emigrado em França mas que todos os anos visita a sua terra natal. Contou-me histórias da sua juventude fazendo alusão a um pescador que há noite na estação se reunia com amigos e lhes preparava um peixe condimentado com umas ervas existentes no campo e que era uma delícia.

Abaixo da estação uns cinquenta metros existe uma pequenina praia fluvial que serve de recreio aos habitantes.

Criticas às imagens que mostro deixo-as para quem as vê. Pela minha parte não me sinto vencido por este desgoverno total mas não posso gritar sozinho no deserto.

Para alem do abandono como é possível deixar desfazer totalmente um edifício que, mais não fosse, poderia muito bem servir para apoio cultural à povoação e um ponto de encontro para quem visita Almendra. Contudo, que mais se poderá criticar quando as próprias linhas do caminho de ferro foram arrancadas e não penso que pelos simples vândalos pois só com pesada maquinaria isso é possível.

O objectivo é sempre o mesmo: destruir, fazer desaparecer material, abandonar para mais tarde aparecer a desculpa de “agora, neste estado, já não é rentável recuperar”!

É uma pena que assim seja pois mais adiante irei mostrar mais duas estações perto de Miranda do Douro que se encontram no mesmo estado de conservação!!!

É o país que temos ...

2 comentários:

João Silva disse...

Estive a ler os seus comentários e tem razão . Abandonamos com muita facilidade , coisas que podiam ser úteis mais tarde .Já agora , os responsáveis.. que vejam a estação de Arco de Baulhe , final da linha do Tâmega ,entregue às lides do Museu de Terras de Basto e bem conservada , com o Museu de Bastos e o Museu Ferroviário .Vale a pena uma visita

Arménia Baptista disse...

Construções bonitas, paisagem de sonho...completamente desprezadas e desaproveitadas...:(