25.8.09

Avô e Neto

Um passeio pela manhã com o meu neto por linhas de comboio já abandonadas não é somente uma nostalgia como também um tentar relembrar tempos idos. São tempos idos unidos a tempos vindos... uma criança não é capaz de perceber isto mas falando-lhe em termos de conto, de uma historinha animada talvez consiga construir na sua mente um cenário parecido. Depois juntando a minha maqueta de comboios à nossa conversa talvez consiga ajudar para o futuro que este menino aprenda a guardar na sua memoria aquilo que é bonito e tem sentimento uma vez que vai estar sujeito, como é claro, a que mentes insensatas destruam todos os dias aquilo que foi construído para usufruir prazer e sobretudo fazer história.

O desenho é da autoria de um colega e meu amigo que, pela falta de jeito que eu tenho para ilustrar, faz maravilhas daquilo que lhe peço. Ao Orlando Falcão o meu obrigado por mais esta ilustração.

4 comentários:

Anónimo disse...

Avô babadinho!!!!!! E fotografias para quando?

Paulo J. Mendes disse...

O meu gosto por comboios nasceu de passeios como este, pela mão do meu Pai. Nesse tempo ainda havia muito material abandonado por explorar em estações como Gaia e Contumil... Ficaram para sempre entre as minhas memórias mais queridas, e tenho a certeza que vai acontecer o mesmo com o seu neto.

LUIS disse...

Parabéns,Jorge,não só pelo facto de(já) seres avô, ainda tão jovem, mas também pela lindíssima herança cultural que estás a transmitir ao teu neto. Belíssimo quadro e linda ilustração... mas dum avô babado - ainda por cima, fotógrafo de nomeada - esperávamos uma linda fotografia desse neto. Ficamos então a aguardar.
Um grande abraço do
Luís Figueira.

luis disse...

Boa tarde Sr. Jorge !!!

Excelente passeio ! não ?!

Parabéns pela cumplecidade !!!

Abraço

Luis